UM DOS NOSSOS, OU DOS NOSSOS INIMIGOS

 

UM DOS NOSSOS, OU DOS NOSSOS INIMIGOS

 
1 - “Ditas estas coisas, angustiou-se Jesus em espírito e afirmou: Em verdade, em verdade vos digo que um dentre vós me trairá. Então, os discípulos olharam uns para os outros, sem saber a quem ele se referia. Ora, ali estava conchegado a Jesus um dos seus discípulos, aquele a quem ele amava; a esse fez Simão Pedro sinal, dizendo-lhe: Pergunta a quem ele se refere. Então, aquele discípulo, reclinando-se sobre o peito de Jesus, perguntou-lhe: Senhor, quem é? Respondeu Jesus: É aquele a quem eu der o pedaço de pão molhado. Tomou, pois, um pedaço de pão e, tendo-o molhado, deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes. E, após o bocado, imediatamente, entrou nele Satanás. Então, disse Jesus: O que pretendes fazer, faze-o depressa. Nenhum, porém, dos que estavam à mesa percebeu a que fim lhe dissera isto. Pois, como Judas era quem trazia a bolsa, pensaram alguns que Jesus lhe dissera: Compra o que precisamos para a festa ou lhe ordenara que desse alguma coisa aos pobres. Ele, tendo recebido o bocado, saiu logo. E era noite.” (João 13:21-30) A. A palavra de Deus nos alerta sobre o aparecimento e aumento do número de falsos cristos, falsos profetas e falsos irmãos também. B. Jesus revela que havia entre eles um falso discípulo e esta revelação acabou com a ilusão de um “conto de fadas”: C. Em poucos minutos Jesus seria preso, espancado, condenado, crucificado e estaria morto em menos de 24 horas! E ninguém havia percebido o perigo. D. Sabe-se que satanistas treinam e enviam adeptos para se infiltrar nas igrejas e causar contendas. Nem sempre um falso crente é satanista, mas de qualquer forma é alguém que se deixa influenciar por satanás, tal como Judas. No entanto, todas as características relatadas a seguir também ajudam a desmascarar satanistas espiões em nosso meio. 2. - CARACTERÍSTICAS ENCONTRADAS NOS FALSOS IRMÃOS: I – É ALGUÉM QUE, HUMANAMENTE, NINGUÉM SUSPEITARIA. (João 13:27) - E, após o bocado, entrou nele Satanás. Disse, pois, Jesus: O que fazes, faze-o depressa. (João 13:28) - E nenhum dos que estavam assentados à mesa compreendeu a que propósito lhe dissera isto. (João 13:29) - Porque, como Judas tinha a bolsa, pensavam alguns que Jesus lhe tinha dito: Compra o que nos é necessário para a festa; ou que desse alguma coisa aos pobres. Até que Judas traísse Jesus não havia nada de suspeito nele, pelo contrário: a. - Ele era o tesoureiro (v. 29a) b. - Ele era encarregado das compras e do trabalho social (v. 29b) II – É ALGUÉM QUE FINGE TER INTIMIDADE COM JESUS, MAS NO ÍNTIMO, É OPORTUNISTA. (João 13:26) - Jesus respondeu: É aquele a quem eu der o bocado molhado. E, molhando o bocado, o deu a Judas Iscariotes, filho de Simão. (Mateus 26:24-25) - Em verdade o Filho do homem vai, como acerca dele está escrito, mas ai daquele homem por quem o Filho do homem é traído! Bom seria para esse homem se não houvera nascido. E, respondendo Judas, o que o traía, disse: Porventura sou eu, Rabi? Ele disse: Tu o disseste. a. Judas Iscariotes já tinha elaborado um plano contra Jesus. Colocar em prática era apenas uma questão de tempo. (Marcos 14:10-11) - E Judas Iscariotes, um dos doze, foi ter com os principais dos sacerdotes para lho entregar. E eles, ouvindo-o, alegraram-se, e prometeram dar-lhe dinheiro; e buscava como o entregaria em ocasião oportuna. b. Muitos são assim nas igrejas. Maquinam coisas malignas e quando tem a oportunidade, se revelam. c. Judas esteve com Jesus por um período de três anos. Coincidência ou não, este é o tempo que um satanista precisa para dividir uma igreja d. São pessoas que se aproximam dos pastores, líderes..., com o beijo da morte. Eles querem passar para a multidão que também tem intimidade com Jesus. (Lucas 22:47) - E, estando ele ainda a falar, surgiu uma multidão; e um dos doze, que se chamava Judas, ia adiante dela, e chegou-se a Jesus para o beijar. III - É ALGUÉM QUE SEMEIA DESCONFIANÇA ENTRE OS IRMÃOS. Veja o episódio de Maria ungindo Jesus com perfume caríssimo: (João 12:4-6) - Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse: Por que não se vendeu este ungüento por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres? Ora, ele disse isto, não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava. a. Com esta atitude, Judas estava semeando uma desconfiança entre os discípulos acerca daquela atitude que Jesus estava apoiando. b. No evangelho de Marcos alguns discípulos tem o mesmo pensamento e atitude: (Marcos 14:4) - E alguns houve que em si mesmos se indignaram, e disseram: Para que se fez este desperdício de ungüento? IV – QUANDO A SITUAÇÃO FICA DIFÍCEL, ELE É O PRIMEIRO A DAR AS COSTAS E IR EMBORA. A. (João 13:30-31) - E, tendo Judas tomado o bocado, saiu logo. E era já noite. Tendo ele, pois, saído, disse Jesus: Agora é glorificado o Filho do homem, e Deus é glorificado nele. B. Porque ele age assim?: 1. Porque este é o seu objetivo: deixar o pastor isolado, sem apoio, sem ninguém. 2. Para que a igreja chegue na seguinte conclusão: “se fulano, que era de confiança do pastor, se afastou dele, então o pastor deve estar mesmo errado' 3. Conclusão: A. Marque e obedeça a orientação do apóstolo Paulo: “Rogo-vos, irmãos, que noteis bem aqueles que provocam divisões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprendestes; afastai-vos deles, porque esses tais não servem a Cristo, nosso Senhor, e sim a seu próprio ventre; e, com suaves palavras e lisonjas, enganam o coração dos incautos.” (Rom 16:17-18) B. “Mas, agora, vos escrevo que não vos associeis (relacioneis) com alguém que, dizendo-se irmão, for impuro, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com esse tal, nem ainda comais.” (I Coríntios 5:11) C. MAS, ASSIM COMO JUDAS ISCARIOTES NÃO CONSEGUIU DERROTAR JESUS, QUE RESSUSCITOU E VIVE ETERNAMENTE; NENHUM FALSO IRMÃO IRÁ CONSEGUIR DERROTAR OU DESTRUIR A IGREJA DO SENHOR JESUS! ALELUIA!!! Pr. Maucir Lehn Leia mais: http://rededepastoresdemaua.webnode.com.br
 
 

 

Blog

no que cremos

a comunidade  evangelica leão da tribo de juda expressa sua fé, tendo como base de sua pregação as seguintes afirmações:  1. Há um só Deus, Vivo, Verdadeiro e Eterno, de infinito poder e sabedoria. O Criador e Conservador de todas as coisas visíveis e invisíveis, que, na unidade de...
Leia mais